Sim, trabalho em casamentos

emanuelcatia-somethingblue-0490

Todos quem encontro e descobrem que trabalho em casamentos, perguntam: como é trabalhar em casamentos? As pessoas ainda se casam? Porque é que fazes vídeos de casamento?

Eu trabalhava numa companhia de teatro. Fazia de tudo um pouco, com maior enfoque na comunicação. Tinha o hábito de ler blogues e tinha um blogue. A minha irmã mostrou-me o Green Wedding Shoes. Este blogue de casamentos americano tinha os vídeos mais espetaculares que eu já tinha visto.

A vida continuou. Comprei a minha primeira câmara fotográfica. Uma dslr. Tirei fotos. Comprei a minha primeira lente. Uma 50mm , 1.8.

O Ivo trabalhava numa produtora de cinema. Começou a dar aulas ao curso de cinema na universidade. Criou a sua primeira empresa com três sócios e eu voluntariei-me para fazer a comunicação.  Esta produtora de cinema era um sonho. E precisava de arrancar e sobreviver. A par e passo de trabalhos institucionais, era preciso um fluxo de dinheiro. Mostrei-lhes o Green Wedding Shoes e os filmes de casamento. Conversaram e foram atrás da ideia. A Something Blue nasceu com um vídeo de casamento oferecido.

Depois de dez anos na Covilhã, encontramos o momento para sair e ir atrás da ideia de morar em Guimarães (já tínhamos fantasiado meses antes com isto) e trabalharmos por conta própria.

O que começou por gosto, mantém-se por paixão. Adoro fazer a comunicação da marca e adoro fazer fotografia. Adoro ver sapatos, vestidos, conhecer pessoas novas e entrar na família. Uns casais ficam para sempre, outros não. Uns casamentos correm bem, outros mais ou menos. Uma obra de arte que é uma recordação especial precisa de inspiração. E de muita transpiração. E saber que filmamos o riso nervoso do pai, a dança da avó, o trocar de carinhos entre dois enamorados, deixa-me feliz. Porque sei que o casal está feliz e vai ter a melhor recordação de sempre.

Comments

comments